A piscina de um condomínio é um ambiente público para todos os moradores. Por esse motivo, acaba se tornando um lugar de fácil e rápida propagação de bactérias e sujeira, interferindo em um bom funcionamento geral, prejudicando a saúde das pessoas e demandando sempre uma excelente manutenção.

Para que isso aconteça, é necessário que o síndico tenha em mente o modo de limpeza de limpeza de uma piscina e instrua corretamente os seus funcionários, para deixar a manutenção em dia, pois é perigoso deixar a piscina sem tratamento. A tabela abaixo feita para zeladores e síndicos, mostra como deixar a piscina do seu condomínio limpa e segura.

  • Todo dia
    • Filtragem da piscina: duração de 4 a 8 horas. Em dias de tratamento e controle de pH, realizar a filtragem logo depois.
  • A cada dois dias
    • Controle do cloro: aplicar à noite e, na manhã seguinte, testar o pH do cloro – deve estar entre 1 e 3 ppm. Caso esteja acima ou abaixo desse nível, suspender o uso da piscina e chamar profissionais.
  • Duas vezes por semana
    • Controle do pH: o pH deve estar entre 7 e 7,4. Caso não esteja, usar produtos como Redutores ou Elevadores de pH. Se não funcionar, repetir o processo.
  • Uma vez por semana
    • Limpeza das bordas: feito com escova de cedas macias ou parte macia de esponjas, e não palha de aço. Uso de produtos de limpeza específicos para piscinas e não deixar a sujeira da borda cair dentro da piscina;
    • Aspiração: opção “filtrar” para sujeira, “drenar” para muita sujeira. Usar cabo com acessório;
    • Algicida: utilizado para eliminar algas. Não deve ser usado no mesmo dia do controle de cloro.
    • Retrolavagem de filtro: utilizado para se livrar dos resíduos filtrados, mantendo a qualidade do equipamento. Duração de 5 minutos + enxágue por 1 minuto;
    • Controle de alcalinidade: deve estar entre 80 e 120 ppm. Caso não esteja, usar produtos como Redutor de pH e Elevador de Alcalinidade. Utilizado para manter o pH estável.
  • Uma vez por mês
    • Supercloração: feito em períodos de muito uso da piscina ou de muita chuva. Liberar o uso da piscina quando o pH voltar aos níveis normais.
  • Quando necessário
    • Clarificação e decantação: realizadas após controle da alcalinidade e controle do pH. Utilizar “clarificado” para água turva, “aspirar” o fundo se continuar ruim.

É bom lembrar que, em qualquer momento que estiver fazendo a manutenção, utilizar produtos de limpeza próprios para piscina e realizar os serviços sempre com materiais de proteção próprios para essa limpeza, como luvas e óculos de proteção.

Para um melhor convívio na área comum, instruir funcionários para respeitarem as dosagens e conscientizar os moradores para respeitarem as regras.

Categories: Inspeção

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *