Algumas das dificuldades que se veem no cotidiano de moradores que assumem a função de síndico são: desgaste entre vizinhos, falta de tempo e de conhecimento técnico.

Por essa razão, a opção de contratar um síndico profissional é vista com bons olhos por muitos condomínios. Entretanto, esta solução não é unânime. Há quem aponte desvantagens na gestão profissional e ainda considere mais adequado que os próprios moradores assumam essa função.

Então, por que contratar um síndico profissional?
Capacitação diferenciada
Para administrar e atender às demandas do condomínio o síndico profissional encontra-se apto pois, ele possui os conhecimentos técnicos necessários. Isto é dado a experiência com os processos que envolvem rotinas como compras, manutenções e o relacionamento com
fornecedores, entre outras.

O síndico profissional possui, também, uma grande afinidade com gestão das finanças, sendo este um ponto importante. E, por conta desta afinidade, diminuem-se os riscos como o não pagamento de alguma despesa dentro do prazo de vencimento, o que pode ocasionar
despesas maiores com juros.

A gestão dos funcionários do condomínio é outro ponto crítico sobre a qual um síndico morador, por desconhecimento, pode cometer falhas. E, nesse caso, o risco de processos trabalhistas, com despesas elevadas, é grande.

Disponibilidade
Diferentemente do síndico morador que administra o condomínio em horários alternativos do seu dia a dia de acordo com sua disponibilidade entre seus afazeres com trabalho, família, entre outros, o síndico profissional, mesmo que não fique constantemente no prédio, necessita estar disponível e ter um horário fixo para atender aos moradores, caso ocorra algum problema ou emergência ele pode ser acionado e tomar as providências necessárias.

Sem laços pessoais
A harmonia entre os moradores de um condomínio influencia demasiadamente se a gestão vai funcionar bem ou ser um caos. Por conta do distanciamento do gestor profissional ele não precisa se preocupar com essas questões, podendo tomar suas decisões a partir de critérios absolutamente técnicos por não está sujeito à pressão dos condôminos mais próximos ou mais participativos na rotina do condomínio.

Devido ao distanciamento o síndico profissional não está sujeito a problemas de relacionamento com os moradores. Também não passa constrangimentos na hora das tarefas delicadas, como cobrar os moradores inadimplentes com as taxas de condomínio, por exemplo.

Logo, tudo funciona às mil maravilhas!
Essas são algumas das vantagens da contratação de um síndico profissional e, diante desses fatos pode-se notar que um profissional capacitado é de suma importância para que a gestão flua adequadamente.

Categories: Dicas

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *